The Psychedelic Furs — There's A World letra e tradução

A página contém a letra e a tradução em português da música "There's A World" de The Psychedelic Furs.

Letra

I can’t wait to say goodbye before you break
In you, I get torn in two
You don’t see my reflection in my scenes
You fall, I don’t come at all
I can almost feel you bleed
You’ve been falling in too deep
I can almost hear you say
But your words get in my way
Why wait?
There’s a world outside
Why wait?
For the reason why
I come soon from the shelter of my room
You don’t move
Coming down on you
I can’t fall
All that does is made to crawl
I’m one, leave the world undone
I can almost feel you bleed
You’ve been falling in too deep
I can almost hear you say
But your words get in my way
Why wait?
There’s a world outside
Why wait?
For the reasons why
It ain’t always what I want
It ain’t always mine
Why wait?
There’s a world outside
You can’t win
Coming from the state you’re in You don’t see
My reflections and my scenes
You fall, I don’t come at all
I can almost feel you bleed
You’ve been falling in too deep
I can almost hear you say
But your words get in my way
Why wait?
There’s a world outside
Why wait?
For the reason why
It ain’t always what I want
It ain’t always mine
Why wait?
There’s a world outside
It ain’t always what I want
It ain’t always mine
Why wait?
There’s a world outside

Tradução da letra

Mal posso esperar para me despedir antes de partires.
Em ti, sou dividido em dois
Não vês o meu reflexo nas minhas cenas
Tu cais, eu não venho de todo
Quase te sinto sangrar.
Tens-te afundado demais.
Quase te ouço dizer
Mas as tuas palavras metem-se no meu caminho.
Porquê esperar?
Há um mundo lá fora
Porquê esperar?
Pela razão
Venho em breve do abrigo do meu quarto.
Não te mexas.
A cair em cima de TI
Não posso cair
Tudo o que faz é feito para rastejar
Eu sou um, deixa o mundo desfeito
Quase te sinto sangrar.
Tens-te afundado demais.
Quase te ouço dizer
Mas as tuas palavras metem-se no meu caminho.
Porquê esperar?
Há um mundo lá fora
Porquê esperar?
Pelas razões
Nem sempre é o que eu quero
Nem sempre é meu.
Porquê esperar?
Há um mundo lá fora
Não podes ganhar.
Vindo do estado em que estás Não vês
Os meus reflexos e as minhas cenas
Tu cais, eu não venho de todo
Quase te sinto sangrar.
Tens-te afundado demais.
Quase te ouço dizer
Mas as tuas palavras metem-se no meu caminho.
Porquê esperar?
Há um mundo lá fora
Porquê esperar?
Pela razão
Nem sempre é o que eu quero
Nem sempre é meu.
Porquê esperar?
Há um mundo lá fora
Nem sempre é o que eu quero
Nem sempre é meu.
Porquê esperar?
Há um mundo lá fora