The Psychedelic Furs — Flowers letra e tradução

A página contém a letra e a tradução em português da música "Flowers" de The Psychedelic Furs.

Letra

See the people dead in cars
See their bodies bleed
I know he’s so dead and gone
I think that is free
His body is upon the wall
His teeth are sharp and white
We cut his eyes with razorblades
And out of him comes foul white light
In the eastern carpet store
He is made of dreams
Put his picture on the wall
Just where the mirror gleams
His body is upon the wall
His teeth are sharp and white
We cut his face with razorblades
And out of him comes foul white light
His power’s all around his feet
There’s flowers in his heart
If you take the needles out
His body falls apart
His body is upon the wall
His teeth are sharp and white
We cut his hands with razorblades
And out of him comes foul white light
Make a god of politics
Make a god of police
Worship it with automobiles
Worship it with screams
His body is upon the wall
His teeth are sharp and white
He cuts his feet with razorblades
And out of him comes foul white light
Make a god of useless drivel
Sew it at the seams
Float it down the river
Where the sewage is the sea
His body is upon the wall
His teeth are sharp and white
He cuts his teeth with razorblades
And out of him came stupid light
That’s flowers

Tradução da letra

Ver as pessoas mortas em carros
Ver os seus corpos a sangrar
Eu sei que ele está tão morto e desaparecido.
Acho que é de graça.
O seu corpo está sobre o muro
Os dentes dele são afiados e brancos.
Cortamos-lhe os olhos com lâminas de barbear.
E dele sai uma luz branca e imunda
Na loja de carpetes Oriental
Ele é feito de sonhos
Põe a foto dele na parede.
Onde o espelho brilha
O seu corpo está sobre o muro
Os dentes dele são afiados e brancos.
Cortamos-lhe a cara com lâminas de barbear.
E dele sai uma luz branca e imunda
O seu poder está à volta dos seus pés
Há flores no seu coração
Se retirar as agulhas
O corpo dele desmorona-se.
O seu corpo está sobre o muro
Os dentes dele são afiados e brancos.
Cortamos-lhe as mãos com lâminas de barbear.
E dele sai uma luz branca e imunda
Fazer um deus da política
Fazer um deus da polícia
Adorá - lo com automóveis
Venera-o com gritos
O seu corpo está sobre o muro
Os dentes dele são afiados e brancos.
Corta os pés com lâminas de barbear.
E dele sai uma luz branca e imunda
Fazer um Deus de disparates inúteis
Cose - o às costuras
Flutua pelo rio
Onde o esgoto é o mar
O seu corpo está sobre o muro
Os dentes dele são afiados e brancos.
Ele corta os dentes com lâminas de barbear.
E dele saiu uma luz estúpida.
São flores.