The Mountains — Love And Fame And Death letra e tradução

A página contém a letra e a tradução em português da música "Love And Fame And Death" de The Mountains.

Letra

Every day and every night I end up at the wrong roads again
Running for these different lights that kept me moving onwards back then
It’s there outside my window now, leaving only questions, I know
Nervously and suddenly cutting the defences I hold
Every now and then in the pouring rain
I hear these voices above my head
Waiting for a time when there’s nothing left
Except love and fame and death
All the roads I didn’t choose come back now to haunt me once more
Here’s to all the dreams that failed and kept me outside looking through doors
Every now and then in the pouring rain
I hear these voices above my head
Waiting for a time when there’s nothing left
Except love and fame and death
The way to end it all is to suddenly turn quiet
The only way to leave is to fill the world with riots
Every now and then in the pouring rain
I hear these voices above my head
Waiting for a time when there’s nothing left
Except love and fame and death

Tradução da letra

Todos os dias e todas as noites acabo de novo nas Estradas Erradas.
A correr para estas luzes diferentes que me faziam seguir em frente naquela altura
Está lá fora da minha janela agora, deixando apenas perguntas, eu sei
Nervosamente e de repente cortando as defesas que eu seguro
De vez em quando na chuva torrencial
Ouço estas vozes acima da minha cabeça
À espera de um tempo em que não reste nada
Excepto amor, fama e morte
Todas as estradas que não escolhi, voltam agora para me assombrar mais uma vez.
Um brinde a todos os sonhos que falharam e me mantiveram lá fora a olhar através das portas.
De vez em quando na chuva torrencial
Ouço estas vozes acima da minha cabeça
À espera de um tempo em que não reste nada
Excepto amor, fama e morte
A maneira de terminar tudo é de repente ficar quieto
A única maneira de sair é encher o mundo de motins.
De vez em quando na chuva torrencial
Ouço estas vozes acima da minha cabeça
À espera de um tempo em que não reste nada
Excepto amor, fama e morte