The Mountains — Kings letra e tradução

A página contém a letra e a tradução em português da música "Kings" de The Mountains.

Letra

What am I gonna do, when they come barging in?
Sometimes there’s nothing in the world worse than remembering everything.
And I put on my makeup, and tighten my boxing gloves,
and I wait for them fixing my eyes and recalling nearly everything glorious
back in the days,
When we were kings,
they kept changing us.
Used to being so young,
they just kept changing us.
Is there anything more beautiful than someone who sleeps?
I am a thousand mirrors scratching in a million beds.
I am the guy and nearly made it, but no one here remembers it.
And I put on my makeup, and tighten my boxing gloves,
and I wait for them fixing my eyes and recalling nearly everything glorious
back in the days,
When we were kings,
they kept changing us.
Used to being so young,
they just kept changing us.
Is there anything more beautiful than someone who sleeps?
They keep changing, and changing, and changing, and changing us.
They keep changing, and changing, and changing, and changing us.
They keep changing, and changing, and changing, and changing us.
And I put my makeup on and I tighten my boxing gloves.
And I dream of the hour, the moment, the pasts, the golden days,
when we were kings,
they kept changing us.
Used to being so young,
they just kept changing us.
Is there anything more beautiful than someone who sleeps?

Tradução da letra

O que vou fazer quando eles entrarem?
Às vezes, não há nada pior do que recordar tudo.
E eu maquilhei-me e apertei as luvas de boxe.,
e espero que me fixem os olhos e recordem quase tudo glorioso.
de volta aos tempos,
Quando éramos Reis,
estavam sempre a mudar-nos.
Costumava ser tão jovem,
eles estavam sempre a mudar-nos.
Há algo mais bonito do que alguém que dorme?
Sou mil Espelhos a coçar-me num milhão de camas.
Eu sou o tipo e quase consegui, mas ninguém aqui se lembra.
E eu maquilhei-me e apertei as luvas de boxe.,
e espero que me fixem os olhos e recordem quase tudo glorioso.
de volta aos tempos,
Quando éramos Reis,
estavam sempre a mudar-nos.
Costumava ser tão jovem,
eles estavam sempre a mudar-nos.
Há algo mais bonito do que alguém que dorme?
Eles estão sempre a mudar, e a mudar, e a mudar, e a mudar-nos.
Eles estão sempre a mudar, e a mudar, e a mudar, e a mudar-nos.
Eles estão sempre a mudar, e a mudar, e a mudar, e a mudar-nos.
Maquilhei-me e apertei as luvas de boxe.
E sonho com a hora, o momento, os passados, os dias de ouro,
quando éramos Reis,
estavam sempre a mudar-nos.
Costumava ser tão jovem,
eles estavam sempre a mudar-nos.
Há algo mais bonito do que alguém que dorme?