The Mountains — Between Two Fires letra e tradução

A página contém a letra e a tradução em português da música "Between Two Fires" de The Mountains.

Letra

I was born again
Every night
Into trial for a while
Half awake
Out of breath
Shivering
Saying things
Whats happening?
What’s going on?
Whos hiding there?
Anywhere?
The other side
of getting by is losing every sense of pride
When our lungs collapse
When our voices dissolve
I will join the s When the waves roll in And we all turn to dust
In between two fires
I’ll try to forgive myself
When our lungs collapse
When our voices dissolve
I will join the s When the waves roll in And we all turn to dust
In between two fires
On mountaintops
In Manasteries
On river banks
In cemeteries
In prison cells
On balconies
In dancing halls
Through guillotines
I was born again every night
Tunnelling to the light
The other side of getting by is losing every sense of pride
Above a thousand islands in my sleep
We lose our treasures in the sea
I find myself now
Proudly stealing
Parts i need for me When our lungs collapse
When our voices dissolve
When the waves roll in And we all turn to dust
In between two fires
I’ll try to forgive myself x3
End

Tradução da letra

Eu nasci de novo.
Noite
Em julgamento por um tempo
Meio acordado
Sem fôlego
Tremer
Dizer coisas
O que se passa?
O que se passa?
Quem está aí escondido?
Qualquer lugar?
Lado
de sobreviver está a perder todo o sentido de orgulho
Quando nossos pulmões colapsam
Quando as nossas vozes se dissolvem
Vou juntar-me aos s quando as ondas chegarem e todos nos transformarmos em pó.
Entre dois incêndios
Vou tentar perdoar-me.
Quando nossos pulmões colapsam
Quando as nossas vozes se dissolvem
Vou juntar-me aos s quando as ondas chegarem e todos nos transformarmos em pó.
Entre dois incêndios
Nos cumes das montanhas
Nas Manastérias
Nas margens do rio
Em cemitérios
Em celas de prisão
Em varandas
Em salões de dança
Através de guilhotinas
Nasci de novo todas as noites.
Tunelamento para a luz
O outro lado de sobreviver é perder todo o sentido de orgulho.
Acima de mil ilhas no meu sono
Perdemos os nossos tesouros no mar
Agora encontro-me
Orgulhosamente roubando
Partes que preciso para mim quando nossos pulmões colapsam
Quando as nossas vozes se dissolvem
Quando as ondas rolarem e todos nos transformarmos em pó
Entre dois incêndios
Vou tentar perdoar-me x3.
Final