Sons of Perdition — The Trickster letra e tradução

A página contém a letra e a tradução em português da música "The Trickster" de Sons of Perdition.

Letra

A squalid shack huddled in a copse of withered trees
I awoke in its belly on a bed of dead leaves
Coyote leered beastly on the foot of the bed
One eye glowed like a pearl from the ruin of his head
«I've prayed an I’ve sang for four days and four nights»
«To cleanse your red blood from that poisonous bite»
«I've bought you some time, but another year you won’t see»
«Head east and make haste to the town of Trinity»
Poison’s in everything
Nothing’s without poison
Poison’s in everything
Nothing’s without poison
«A great healer roams the desert there, go find him if you will»
«He holds the spring to boundless life, and he’ll sell you your fill»
Coyote howled with laughter and his white eye bulged and grew
«My medicine has placed you on a path to something new»
Poison’s in everything
Nothing’s without poison
Poison’s in everything
Nothing’s without poison
The other men were gone, as was the sun from the sky
I was alone with the old shaman, with his blind and ghostly eye
I took my leave and breathed deeply of inky, endless night
The stars hung from the heavens with a cold infernal light

Tradução da letra

Uma cabana esquálida num bosque murcho
Acordei na sua barriga numa cama de folhas mortas
Coiote encolhido no pé da cama
Um olho brilhou como uma pérola da ruína de sua cabeça
"Rezei e cantei durante quatro dias e quatro noites»
"Para limpar o teu sangue vermelho daquela dentada venenosa»
"Ganhei-te algum tempo, mas mais um ano não vais ver»
"Vá para leste e apresse-se para a cidade de Trinity»
O veneno está em tudo.
Nada é sem veneno
O veneno está em tudo.
Nada é sem veneno
"Um grande curandeiro percorre o deserto, vá procurá-lo se quiser»
"Ele agarra a primavera a uma vida sem limites, e vai vender-te a tua parte»
Coiote uivou de riso e o seu olho branco inchou e cresceu
"O meu remédio colocou-te num caminho para algo novo»
O veneno está em tudo.
Nada é sem veneno
O veneno está em tudo.
Nada é sem veneno
Os outros homens foram-se, assim como o sol do céu.
Estava sozinho com o velho Xamã, com o seu olhar cego e fantasmagórico.
Eu tirei a minha licença e respirei profundamente de noite inky, interminável
As estrelas Penduradas dos céus com uma luz infernal fria