Sirens & Sailors — Weight of the World letra e tradução

A página contém a letra e a tradução em português da música "Weight of the World" de Sirens & Sailors.

Letra

Rise up!
You aren’t the only one
Who lives in a constant struggle
We all have our own hardships so grab the hand of your closest brother
This time we will become victorious
Our heart, they cannot take that away from us
Sometimes we hurt, sometimes we bleed
A shred of hope is all we need
A lesson learned, what will it be?
What will it take to set us free?
With the weight of the world
By the glare of the sun
Where the universe has left me to belong
Let go of all your past mistakes
Your worries, and regrets
That’s not the life you lead
That was the life you left
Don’t you forget
With the weight of the world
By the glare of the sun
Where the universe has left me to belong
With this brain in my head (with this brain in my head)
I can think for my own (I can think for my own)
I don’t need someone to tell me what I already know (what I already know)
I can think for my own
With this brain in my head
I can think for my own
With this brain in my head
I can think for my own
With the weight of the world
By the glare of the sun
Where the universe has left me to belong
With this brain in my head (with this brain in my head)
I can think for my own (I can think for my own)
I don’t need someone to tell me what I already know
I can think for my own

Tradução da letra

Levanta-te!
Não és o único.
Que vive numa luta constante
Todos temos as nossas dificuldades, por isso agarra a mão do teu irmão mais próximo.
Desta vez seremos vitoriosos.
O nosso coração, eles não podem tirar-NOS isso.
Às vezes magoamos, às vezes sangramos
Um pedaço de esperança é tudo o que precisamos
Uma lição aprendida, o que vai ser?
O que é preciso para nos libertar?
Com o peso do mundo
Pelo brilho do sol
Onde o universo me deixou para pertencer
Esquece todos os teus erros do passado.
As tuas preocupações e arrependimentos
Essa não é a vida que levas
Essa foi a vida que deixaste.
Não te esqueças
Com o peso do mundo
Pelo brilho do sol
Onde o universo me deixou para pertencer
Com este cérebro na minha cabeça (com este cérebro na minha cabeça)
Eu posso pensar para o meu próprio (eu posso pensar para o meu próprio)
Eu não preciso de alguém para me dizer o que eu já sei (o que eu já sei)
Posso pensar para mim
Com este cérebro na minha cabeça
Posso pensar para mim
Com este cérebro na minha cabeça
Posso pensar para mim
Com o peso do mundo
Pelo brilho do sol
Onde o universo me deixou para pertencer
Com este cérebro na minha cabeça (com este cérebro na minha cabeça)
Eu posso pensar para o meu próprio (eu posso pensar para o meu próprio)
Não preciso que me digam o que já sei.
Posso pensar para mim