Rosana — Solo veo lo que siento letra e tradução

A página contém a letra e a tradução em português da música "Solo veo lo que siento" de Rosana.

Letra

Sólo veo lo que siento
nunca he visto más allá
no me trago lo que pienso
ni una vez así me va,
aprendí con la marea
que se llega y que se va…
Prometí no dar la espalda
y decir nunca jamás.
He ganado amor del bueno
sin ponerle condición
he perdido la cabeza
pa' encontrar el corazón
no aposté por la mentira
en honor a la verdad
no me dejo la sonrisa
con el resto temporal…
No soy de nadie
ni valiente ni cobarde
pero no he temido
ni imposibles ni prohibidos
ni alas de angeles caídos…
no voy de nada
ni de escudo ni de espada
pero doy la cara
no voy a morderme el corazón.
Sólo quiero ser yo misma
darte todo lo que soy
no olvidar de donde vengo
pa' saber a donde voy
tengo poco pero es mucho
por lo mucho que me das
me paseo por tu vida
en versión original.
No soy de nadie
ni valiente ni cobarde
pero no he temido
ni imposibles ni prohibidos
ni alas de angeles caídos…
no voy de nada
ni de escudo ni de espada
pero doy la cara
no voy a morderme el corazón.
Sólo me llevo, donde quiero ir muy cerca de tí
no desespero si te veo sonreir
mi suerte sigue aquí…
No soy de nadie
ni valiente ni cobarde
pero no he temido
ni imposibles ni prohibidos
ni alas de angeles caídos…
no voy de nada
ni de escudo ni de espada
pero doy la cara
no voy a morderme el corazón

Tradução da letra

Só vejo o que sinto
nunca vi mais além
Não acredito no que penso
nem uma vez é assim,
aprendi com a maré
que se chega e que se vai…
Prometi não virar as costas
e dizer nunca nunca.
Eu ganhei o amor do bom
sem condição
perdi a cabeça
pa ' encontrar o coração
não apostei na mentira
em honra da verdade
não me deixo sorrir
com o resto temporário…
Não sou de ninguém
nem valente nem cobarde
mas não tive medo
nem impossíveis nem proibidos
nem asas de anjos caídos…
não vou de nada
nem de escudo nem de espada
mas eu dou a cara
não vou morder o meu coração.
Só quero ser eu mesma
dar-te tudo o que sou
não esquecer de onde venho
para saber para onde vou
tenho pouco mas é muito
pelo quanto me dás
ando pela tua vida
na versão original.
Não sou de ninguém
nem valente nem cobarde
mas não tive medo
nem impossíveis nem proibidos
nem asas de anjos caídos…
não vou de nada
nem de escudo nem de espada
mas eu dou a cara
não vou morder o meu coração.
Só me levo, onde quero ir muito perto de TI
não desespero se te vejo sorrir
a minha sorte ainda está aqui…
Não sou de ninguém
nem valente nem cobarde
mas não tive medo
nem impossíveis nem proibidos
nem asas de anjos caídos…
não vou de nada
nem de escudo nem de espada
mas eu dou a cara
não vou morder o meu coração