Rosana — No se mañana letra e tradução

A página contém a letra e a tradução em português da música "No se mañana" de Rosana.

Letra

De algo estoy segura
hoy no siento lo mismo
a veces dudo si mi corazon
te ha hecho caer en un oscuro abismo
de algo estoy segura
ya no eres el fantasma
que me rondaba haciendo un callejon
cada segundo donde te pensaba
no siento la llamada de tu piel
ya no termino con la piel en llamas
no se mañana, se de hoy
hoy no es amor, no es ternura
no es odio ni amargura
hoy he salido de ti bordeando la locura
hoy no es pasion lo que siento
no es pena ni tormento
hoy he salido de ti y entre lagrimas vi romperse el firmamento
de algo estoy segura
no sabes lo que sientes
pero no quieres que me lleve al mar
por si me pierdes entre la corriente
de algo estoy segura
lo nuestro esta en tus sueños
y tienes miedo a hacerlos realidad
por si descubro que asi no te quiero
no siento ganas de luchar por ti ya no me dejas a morir por dentro
te dejo la llamada de mi piel
mientras decides, sío no te dejo
y no te miento, se que siento
que hoy no es amor, no es ternura
no es odio ni amargura
hoy he salido de ti bordeando la locura
hoy no es pasion lo que siento
no es pena ni tormento
hoy he salido de ti y entre lagrimas vi romperse el firmamento
que hoy no es amor, no es ternura
no es odio ni amargura
hoy he salido de ti bordeando la locura
hoy no es pasion lo que siento
no es pena ni tormento
hoy he salido de ti y entre lagrimas vi romperse el firmamento
que hoy no es amor, no es ternura
no es odio ni amargura
hoy he salido de ti bordeando la locura
hoy no es pasion lo que siento
no es pena ni tormento
hoy he salido de ti, hoy he salido de ti rompiendo el firmamento

Tradução da letra

Tenho a certeza de uma coisa
hoje não sinto o mesmo
às vezes duvido que o meu coração
fez te cair num abismo escuro
tenho a certeza de uma coisa
já não és o fantasma
que me rodeava fazendo um beco
cada segundo em que pensava em ti
não sinto a chamada da tua pele
já não acabo com a pele em chamas
não sei Amanhã, sei de hoje
hoje não é amor, não é ternura
não é ódio nem amargura
hoje saí de TI à beira da loucura
hoje não é paixão o que sinto
não é pena nem tormento
hoje saí de ti e entre lágrimas vi romper o firmamento
tenho a certeza de uma coisa
não sabes o que sentes
mas não queres que me leve ao mar
caso me percas entre a corrente
tenho a certeza de uma coisa
a nossa coisa está nos teus sonhos
e você tem medo de torná-los realidade
caso eu descubra que não te amo assim
não me apetece lutar por ti já não me deixas morrer por dentro
deixo te a chamada da minha pele
enquanto decides, sio não te deixo
e não estou a mentir, sei o que sinto
que hoje não é amor, não é ternura
não é ódio nem amargura
hoje saí de TI à beira da loucura
hoje não é paixão o que sinto
não é pena nem tormento
hoje saí de ti e entre lágrimas vi romper o firmamento
que hoje não é amor, não é ternura
não é ódio nem amargura
hoje saí de TI à beira da loucura
hoje não é paixão o que sinto
não é pena nem tormento
hoje saí de ti e entre lágrimas vi romper o firmamento
que hoje não é amor, não é ternura
não é ódio nem amargura
hoje saí de TI à beira da loucura
hoje não é paixão o que sinto
não é pena nem tormento
hoje saí de ti, hoje saí de TI quebrando o firmamento