Rosana — Mi trozo de cielo letra e tradução

A página contém a letra e a tradução em português da música "Mi trozo de cielo" de Rosana.

Letra

Nadie tiene la vida comprada, ni guapos ni feos, ni El que tiene dinero pa más que tapar agujeros
Aunque sé que en la calle esperanza se alquilan
Consuelos, es mejor no tragar agonías mordiendo veneno
Nadie tiene seguro de vida que cubra los sueños, aunque
Sé que en la calle de al lado se vuelven eternos
A la corte del Rey Baltasar le he pedido un deseo, por
Vivirla contigo hipoteco mi trozo de cielo
Mi trozo de cielo, oh… ¿sin ti pa que?, bien sabes que
Yo sin ti no me quedo mi trozo de cielo, oh, sin ti es Mi calvario, mi pena, mi ruina, lo que se te ocurra
Con todas las letras del abecedario
Nadie quiere soltar el testigo, ni ser el primero
Nadie quiere morir ni siquiera quien quiere ir al cielo
No me gustan los días contados ni voy a contarlos, que
En la calle de los imposibles se envuelven milagros
Le soplamos al tiempo en la tarta de los cumpleaños
Es por eso que a veces la vida se pasa volando
Cada vez que le doy un soplido le pido un deseo, por
Vivirla contigo hipoteco mi trozo de cielo
Mi trozo de cielo, oh, ¿sin ti pa que?, bien sabes
Que yo sin ti no me quedo mi trozo de cielo, oh Sin ti es mi calvario, mi pena, mi ruina, lo que se te Ocurra con todas las letras del abecedario

Tradução da letra

Ninguém tem a vida comprada, nem bonitos nem feios, nem aquele que tem dinheiro pa mais do que tapar buracos
Embora eu saiba que na Rua Esperança são alugados
Consolos, é melhor não engolir agonias mordendo veneno
Ninguém tem seguro de vida que cobre sonhos, embora
Sei que na rua ao lado se tornam eternos
À corte do Rei Baltasar pedi-lhe um desejo, por
Vivê la contigo hipoteco o meu pedaço de céu
Meu pedaço de céu, Oh sin sem você pa que? sabes bem que mais
Eu sem ti não fico meu pedaço de céu, ó, sem ti é meu calvário, minha tristeza, minha ruína, o que te ocorrer
Com todas as letras do alfabeto
Ninguém quer soltar a testemunha, nem ser o primeiro
Ninguém quer morrer nem mesmo quem quer ir para o céu
Eu não gosto dos dias contados nem vou contar, que
Na rua dos impossíveis, se envolvem milagres
Nós sopramos o tempo no bolo dos anos
É por isso que às vezes a vida voa
Cada vez que lhe dou um sopro lhe peço um desejo, por
Vivê la contigo hipoteco o meu pedaço de céu
Meu pedaço de céu, Oh, sem você pa que?, bem você sabe
Que eu sem ti não fico meu pedaço de céu, ó Sem Ti é meu calvário, minha tristeza, minha ruína, o que te ocorrer com todas as letras do alfabeto