Rosana — Furia de color letra e tradução

A página contém a letra e a tradução em português da música "Furia de color" de Rosana.

Letra

Siempre ests al final de mis pasos al llegar
No eres de la forma que te quiera dar
Si te pinto he de hacer, estrategias de pincel
Eres para el viento riendas de corcel
T, furia de color… te cuelas en mi voz
T, juegas al pasar… sonres y despus te vas
Es impermeable el cielo de tu reino
Cuando a solas te dedicas a pintar mi lienzo
Haces de las horas en las que el azul es gris
Una red de sombras tenues por vestir
Eres naufrago, seductor en un mundo mstico
Mueves en la noche, cuerpos mgicos
Si perfila el sol la claridad y el nen se ha de apagar
T fabricas sueos, para regalar
T, furia de color… te cuelas en mi voz
T, juegas al pasar… sonres y despus te vas
A veces el da, destierra tus formas
Otras te hace eco de la voz de cada hora
Haces de la imagen, que no pude distinguir
Un recuerdo infatigable a perseguir y es que
Siempre ests al final de mis pasos al llegar
Mueves en la noche sombras mgicas
T, furia de color… te cuelas en mi vozT, juegas al pasar… sonres y despus te vas

Tradução da letra

Você está sempre no final dos meus passos ao chegar
Não és do jeito que eu te quero dar
Se eu pintá-lo eu faço, estratégias de pincel
Você é para o vento rédeas de corcel
T, fúria de cor C entras na minha voz
T, jogas ao passar son sonres e depois vais-te embora
É impermeável o céu do teu reino
Quando a sós te dedicas a pintar a minha tela
Você faz as horas em que o azul é cinza
Uma rede de sombras fracas para vestir
Você é naufrago, sedutor em um mundo mstico
Você se move à noite, corpos mgicos
Se o sol se delinear a claridade e o nen se apagar
T Fabricas sueos, para presentear
T, fúria de cor C entras na minha voz
T, jogas ao passar son sonres e depois vais-te embora
Às vezes o da, Bane suas formas
Outras ecoa a voz de cada hora
Você faz a imagem, que eu não conseguia distinguir
Uma memória incansável para perseguir e é que
Você está sempre no final dos meus passos ao chegar
Você se move à noite sombras mgicas
T, fúria de cor C entras no meu vozT, jogas ao passar son sonres e depois vais-te embora