Rosana — De una sola torpeza letra e tradução

A página contém a letra e a tradução em português da música "De una sola torpeza" de Rosana.

Letra

Cometi mil pecados de una sola torpeza
Tropeze donde avisa para no tropezar.
Si buscamos la vida dentro de una manzana
Acabamos mordiendo la mordida de adan.
Me dejaste a la luz de un candil sin candela
Una luna sin lobo y una herida letal.
Si me estas olvidando prestame tus memorias
No me guardes con cosas para no recordar.
Siento que dejaras una epidemia de tristeza si te vas
Siento que no que no hay sabor a besos en el aire.
Quien diablos a robado el amor.
Ya no envio mensajes dentro de una botella
A buen puerto me han dicho que no llegan del mar.
Ya no quedan pinochos dentro de una ballena
Las ballenas no encuentran alquiler en el mar.
Y a mi al decir verdad no me gustan las flores
Del jardin del infierno navegantes el día del juicio final.
No me cortes las alas ni me tires del cielo
hoy no llego a la gloria ni de un salto mortal.
Siento que dejaras una epidemia de tristeza si te vas
siento que no que no hay sabor a besos en el aire.
Quien diablos a robado el amor.
Siento que dejaras una epidemia de tristeza si te vas
siento que no que no hay sabor a besos en el aire.
Quien diablos se ha llevado el sol del jardin del corazon.
Quien diablos a robado el amor.
(Gracias a lili arianna por esta letra)

Tradução da letra

Cometi mil pecados de uma única falta de jeito
Tropeçar onde ele avisa para não tropeçar.
Se procurarmos a vida dentro de uma maçã
Acabámos por morder a dentada do adan.
Deixaste Me à luz de um candil sem candela
Uma lua sem lobo e uma ferida letal.
Se me estás a esquecer empresta me as tuas memórias
Não me guarde com coisas para não me lembrar.
Lamento que tenhas deixado uma epidemia de tristeza se te fores embora
Eu sinto que não que não há gosto de beijos no ar.
Quem diabos roubou o amor.
Já não envio mensagens dentro de uma garrafa
Disseram-me que não chegam do mar.
Já não há pinochos dentro de uma baleia
As baleias não encontram aluguel no mar.
E para dizer a verdade não gosto de flores
Do Jardim do inferno velejadores no dia do Juízo Final.
Não me cortes as asas nem me puxes do céu
hoje não chego à glória nem a um salto mortal.
Lamento que tenhas deixado uma epidemia de tristeza se te fores embora
eu sinto que não que não há gosto de beijos no ar.
Quem diabos roubou o amor.
Lamento que tenhas deixado uma epidemia de tristeza se te fores embora
eu sinto que não que não há gosto de beijos no ar.
Quem diabos levou o sol do Jardim do coração.
Quem diabos roubou o amor.
(Graças a lili arianna por esta letra)