Rosana — Agua bendita letra e tradução

A página contém a letra e a tradução em português da música "Agua bendita" de Rosana.

Letra

Quítame la vida… Pero no tus besos
Róbame la lluvia… Pero no me niegues agua de tu cuerpo
Dame la tristeza pa' que llores de alegría
Dame mil caricias pero mátame de sed
Déjame en el centro del infierno que podría
Aguantar el fuego si me dieras de beber
… Si me das tu boca, de tu boca bebo
A sorbitos agua del cielo
Agua bendita tienen tus besos
No me los quites que me enveneno
Dame la vida bebiendo amor
Agua que viene del corazón
Bendito milagro el que dibuja tu sonrisa
Bendita tu alma y tu forma de querer
Bendigo tu nombre y el amor se me arrodilla
Bendíceme siempre con el agua de tu piel.
Bendices mi vida y la llenas de cosquillas
Me dices que no… Que si… Que no… Que quiéreme
Si te vas me empapas con un jarro de agua fría
Y eso es lo único que no quiero beber…
… Si me das tu boca de tu boca bebo
A sorbitos agua del cielo…
Agua bendita tienen tus besos
No me los quites que me enveneno
Dame la vida bebiendo amor
Agua que viene del corazón
Agua bendita agua de besos
Agüita fresca que va calándome el sentimiento
Dame la vida bebiendo amor
Agua que viene del corazón
En aguas tuyas bebo yo agua de Dios.
… Si me das de tu boca, de tu boca bebo
A sorbitos agua del cielo
Agua bendita…
En aguas tuyas bebo yo agua de dios…

Tradução da letra

Tira-me a vida, mas não os teus beijos
Rouba-me a chuva Pero mas não me negues água do teu corpo
Dá-me a tristeza para que chores de alegria
Dá me mil carícias mas mata me de sede
Deixe-me no centro do inferno que eu poderia
Aturar o fogo se me desses de beber
Das Se me deres a tua boca, bebo da tua boca
A goles água do céu
Água benta têm os teus beijos
Não os tires que me envenenei
Dá me a vida a beber amor
Água que vem do coração
Abençoado milagre aquele que desenha o teu sorriso
Abençoa a tua alma e a tua maneira de querer
Abençoo o teu nome e o amor ajoelha-se
Abençoa-me sempre com a água da tua pele.
Abençoa a minha vida e enche a de cócegas
Diz-Me que não qui que sim no que não qui que me ame
Se saíres embebes me com um jarro de água fria
E é a única coisa que não quero beber…
Das Se me deres a tua boca da tua boca bebo
A goles água do céu…
Água benta têm os teus beijos
Não os tires que me envenenei
Dá me a vida a beber amor
Água que vem do coração
Água benta água beijando
Agüita fresca que vai me calar o sentimento
Dá me a vida a beber amor
Água que vem do coração
Em águas tuas bebo eu água de Deus.
Das Se me der da sua boca, bebo da sua boca
A goles água do céu
Água benta…
Em águas tuas bebo eu água de Deus…