Pooh — In diretta nel vento letra e tradução

A página contém a letra e a tradução em português da música "In diretta nel vento" de Pooh.

Letra

Vivo
mi piace la notte e ci vivo
con le mie sigarette
e il piatto che gira
e dietro i vetri la citt.
Strano
il microfono come un bambino
gli parlo e non so se dorme o mi ascolta
la luce sciolta nel caff.
E ogni notte cos¬, questa radio il mio mondo
coi dischi. i giornali e gli scontrini del bar.
Senti, senti, il telefono ancora
la solita signora, oh no!
Ed invece sei tu ma senti che sorpresa
due giorni e due notti per dimenticarti
metto un disco per te poi vattene a dormire
no, scusa, aspetta, dimmi dove sei.
Dimmi
stasera sei in casa da sola
o parli nascosta
fra coperte e cuscino
la radio li vicino a te
e addosso cos’hai
voglio saperti tutta
ti voglio sentire come stando l¬
senti, senti, volevi pensarci
o allora ci hai pensato o no.
Metto un disco per te e fra pensieri e suono
mi torna la voglia di due giorni fa.
Parla ancora con me
l’antenna un’ombra bruna
contro la luna e sopra la citt.
L’alba dietro le case si scalda
e questo momento
in diretta nel vento
lo voglio dedicare a te.

Tradução da letra

Viver
Gosto da noite e vivo lá
com os meus cigarros
e a placa que gira
e atrás das janelas a cidade.
Estranho
o microfone quando criança
Eu falo com ele, e não sei se ele está a dormir ou a ouvir-me.
a luz derreteu no café.
And every night cos, this radio my world
com discos. jornais e recibos do bar.
Ouve, ouve, o telefone outra vez.
a Senhora do costume, oh não!
E em vez disso és tu mas sente que surpresa
dois dias e duas noites para te esquecer
Vou pôr um disco para ti e depois vou dormir.
não, desculpa, espera, diz-me onde estás.
Digam-me
estás sozinha em casa esta noite.
ou falas escondido
entre cobertores e travesseiros
o rádio deles perto de TI
e o que tens vestido?
Quero saber tudo
Quero que sintas que estou ali.
Olha, Olha, tu querias pensar nisso.
ou pensaste nisso ou não pensaste.
Pus um disco para ti e entre pensamentos e sons
Sinto que foi há dois dias.
Fala comigo outra vez.
a antena uma sombra castanha
contra a lua e sobre a cidade.
A alvorada por trás das casas aquece
e este momento
viver ao vento
Quero dedicá-lo a ti.