Pooh — Cercami letra e tradução

A página contém a letra e a tradução em português da música "Cercami" de Pooh.

Letra

Cercami io sono nel mondo degli uomini
cercami nei mari che non traversammo mai.
Nel vento del primo mattino.
Cercami nel sole che scoppia di rondini.
Sul fiume che porta lontano.
Cercami nel mondo che vive pi№ in l di noi.
Vorrei farti un ritratto e stamparlo gigante
e la tua fantasia raccontarla alla gente
ma nascosto agli sguardi questo amore perfetto
quattro muri e un letto.
Non diventa pi№ amore ma sopravvivenza
del tuo dolce silenzio non so fare senza
ma facciamo qualcosa: si puІ anche morire
stando qui a sognare.
Cercami io sono nel mondo degli uomini
cercami nei mari che non traversammo mai.
Nel sonno dell’erba di sera.
Cercami nei fuochi d’estate sugli argini.
Ai margini della pianura
Cercami negli altri che piangono e ridono.
Io ti voglio incontrare sulle strade del mondo
voglio fare un respiro e riempirmi di vento
ci dobbiamo svegliare e guardare di fuori
noi non siamo soli.
Cercami negli uomini in mare che sognano
Un pesce gigante e un’amante.
Cercami nell’alba fra il cielo e le fabbriche.
Nel traffico senza parole.
Cercami nei mari che non traversammo mai.
E dopo parliamo di noi.
Cercami io sono nel mondo degli uomini.
Na, na, na, na.

Tradução da letra

Procura-me estou no mundo dos homens
procura-me nos mares que nunca atravessámos.
Ao vento da manhã.
Procura-me ao sol a rebentar de andorinhas.
No rio que nos leva longe.
Procura-me no mundo que vive mais№ em L de nós.
Gostaria de tirar uma foto sua e imprimi-la gigante.
e a tua fantasia de contar às pessoas
mas escondido da vista este amor perfeito
quatro paredes e uma cama.
Não se torna mais amor№, mas sobrevivência
do teu doce silêncio não posso passar sem
mas vamos fazer algo: você também pode morrer
sentado aqui a sonhar.
Procura-me estou no mundo dos homens
procura-me nos mares que nunca atravessámos.
À noite, a erva dorme.
Procura-me nos incêndios de verão nos bancos.
À beira da planície
Procura-me nos outros que choram e riem.
Quero encontrar-te nas ruas do mundo
Quero respirar e encher-me de vento.
temos de acordar e olhar lá para fora.
não estamos sozinhos.
Procura-me nos homens no mar que sonham
Um peixe gigante e uma amante.
Procura-me de madrugada entre o céu e as fábricas.
No trânsito sem palavras.
Procura-me nos mares que nunca atravessámos.
E depois falamos de nós.
Estou no mundo dos homens.
Na, na, Na, na.