Pino Daniele — Bambina letra e tradução

A página contém a letra e a tradução em português da música "Bambina" de Pino Daniele.

Letra

Bambina, bambina
Che sogni di cantare alla TV
Bambina, bambina
Ma il mondo non? Come lo vuoi tu Vorrei la pelle nera
Cantare fino a sera
Andare forte in moto
Appendere le foto
Per me tu resti un mito
Anche se hai trasgredito
Io c’ho creduto sempre
All’arcobaleno che ci sorprende ancora
In questo veleno
Dove non c'? Ragione e tu Vuoi l’arcobaleno
Per ricordare ancora
Che in questo veleno
Ci sono quelli come me Quelli come te Bambina, bambina
Che sogni di ballare alla TV
Bambina, bambina
Quattro salti e un po' di rhythm 'n' blues
Il blues dei sognatori
Che amano i colori
Che vivono da sempre
Nei pensieri della gente
Il blues nelle cantine
Volume a non finire
E il battito del mondo
E' l’arcobaleno
Che ci sorprende ancora
In questo veleno
Dove non c'? Ragione e tu Vuoi l’arcobaleno
Che ci sorprende ancora
In questo veleno
Ci sono quelli come me E quelli come te

Tradução da letra

Baby girl, baby girl
Que sonhos de cantar na TV
Baby girl, baby girl
Mas o mundo não? O que quiseres, quero pele negra.
Canta até à noite
Força com a Mota
Pendurar as fotografias
Para mim você permanece um mito
Mesmo que transgridais
Sempre acreditei.
Para o arco-íris que ainda nos surpreende
Neste veneno
Onde não há? Certo e queres o arco-íris
Para recordar de novo
O que neste veneno
Há aqueles como eu aqueles como tu menina, menina
Que sonhos de dançar na TV
Baby girl, baby girl
Quatro saltos e um pouco de rhythm ' n ' blues
Os Blues dos sonhadores
Que adoram cores
Vivendo para sempre
Nos pensamentos das pessoas
Os blues nas caves
Volume sem fim
E a batida do mundo
É o arco-íris
Isso ainda nos surpreende.
Neste veneno
Onde não há? Certo e queres o arco-íris
Isso ainda nos surpreende.
Neste veneno
Há aqueles como eu e aqueles como tu