Pedro Infante — El Lavadero letra e tradução

A página contém a letra e a tradução em português da música "El Lavadero" de Pedro Infante.

Letra

Ya no me enfades
No sigas insistiendo
No sigas refregando
Pareces lavadero
Ya te lo dije
Mi amor no es de tu clase
Pa' mi no vales nada
Ni de pilón te quiero
A poco piensas
Que porque me dejaste
Me ando emborrachando
Pues te equivocas
Por que es por tu vecina
La que vive enseguida
Que me ando atarantando
Ya no te vueles
Tampoco me presumas
Que como lavadero
Tu ya no estas de moda
Pues ten en cuenta
Tus tiempos se ha acabado
Tu ya no eres la misma
Que andaba entre la bola
Vete muy lejos
Ya no me andes siguiendo
Ni te hagas la ilusión
Por que no puedo
Jamás interesarme
Por tus falsos amores
Ya me enfado tu amor
Ya no me enfades
No sigas insistiendo
No sigas refregando
Pareces lavadero
Ya te lo dije
Mi amor no es de tu clase
Pa' mi no vales nada
Ni de pilón te quiero
Desde muy lejos
Ya no me andes siguiendo
Ni te hagas la ilusión
Por que no puedo
Jamás interesarme
Por tus falsos amores
Ya me enfado tu amor

Tradução da letra

Não me zangues mais
Não continues a insistir
Não continue a esfregar
Pareces uma lavandaria
Já te disse,
O meu amor não é do teu género
Pai, não vales nada
Nem de pilão te amo
A pouco pensas
Porque me deixaste
Estou a embebedar me
Estás enganado
Porque é por causa da tua vizinha
A que vive em seguida
Que me ando a atarantar
Não Voes mais
Também não me estás a gabar
Que como lavandaria
Já não estás na moda
Então tenha em mente
Os teus tempos acabaram
Já não és a mesma
Que estava entre a bola
Vai para longe
Já não me andas a seguir
Nem te iludas
Porque não posso
Nunca me interessei
Pelos teus falsos amores
Estou zangado com o teu amor
Não me zangues mais
Não continues a insistir
Não continue a esfregar
Pareces uma lavandaria
Já te disse,
O meu amor não é do teu género
Pai, não vales nada
Nem de pilão te amo
De muito longe
Já não me andas a seguir
Nem te iludas
Porque não posso
Nunca me interessei
Pelos teus falsos amores
Estou zangado com o teu amor