Paolo Meneguzzi — Messaggio Universale letra e tradução

A página contém a letra e a tradução em português da música "Messaggio Universale" de Paolo Meneguzzi.

Letra

Io non lo so com'
Che penso sempre pi№ a te ogni giorno
E vallo a capire che
Bastava solo un saluto, uno sguardo
Io con le mie storie lasciate a met
Chiuso in quelle notti che non scordo mai
Con la luce spenta e la radio che va Solo immaginare qualcosa di speciale
Ma adesso tu non dirmi no Con te uno sbaglio non farІ
Solo sognare non si puІ
Perch© io voglio un amore che non ho A volte basta anche credere
Ma innamorarsi difficile, lo so
E' come un tuffo nella follia
Forte corrente che porta via, oh no Io non lo so perch© Ma voglio averti
Con me ogni giorno
E vallo a capire se
C' ancora un posto per noi in questo mondo
Come due pianeti di un’altra realt
Cellule impazzite di questa citt
Disegniamo un’orbita solo per noi
Per non farci male ma credere, sognare
Ma adesso tu non dirmi no Con te uno sbaglio non farІ
Solo sognare non si puІ
Perch© io voglio un amore che non ho A volte basta credere
Ma innamorarsi difficile, lo so
E' come un tuffo nella follia
Forte corrente che porta via, oh no
E non so trovare un messaggio universale
Un contatto che non ci perder mai
Le onde dell’amore si infrangono sul cuore
Mandami un segnale perch© Almeno so che ci sei
A volte basta anche credere
Ma innamorarsi difficile, lo so
E' come un tuffo nella follia
Forte corrente che porta via, oh no

Tradução da letra

Não sei como.
Que penso cada vez mais em ti todos os dias
E entenda que
Bastou uma saudação, um olhar
Eu com as minhas histórias deixadas para conhecer
Fechado naquelas noites que nunca esqueço
Com a luz apagada e o rádio que só vai imaginar algo especial
Mas agora não me dizes não com um erro que não vais cometer
Só sonhar não puI
Porque eu quero um amor que às vezes não acredito
Mas apaixonar-me com força, eu sei
É como um mergulho na loucura
Corrente forte que me tira, oh não, eu não sei porque© mas eu quero ter-te
Comigo todos os dias
E ver se
Ainda há um lugar para nós neste mundo
Como dois planetas de outra realidade
Celas loucas desta cidade
Desenhamos uma órbita só para nós
Não para nos magoar, mas para acreditar, para sonhar
Mas agora não me dizes não com um erro que não vais cometer
Só sonhar não puI
Porque quero um amor que às vezes não acredito
Mas apaixonar-me com força, eu sei
É como um mergulho na loucura
Corrente forte a tirar, oh não
E não consigo encontrar uma mensagem universal
Um contacto que nunca nos perde
As ondas de amor partem-se no coração
Envia-me um sinal porque pelo menos sei que estás aí.
Às vezes é suficiente até mesmo acreditar
Mas apaixonar-me com força, eu sei
É como um mergulho na loucura
Corrente forte a tirar, oh não