Paolo Meneguzzi — Ed io non ci sto più letra e tradução

A página contém a letra e a tradução em português da música "Ed io non ci sto più" de Paolo Meneguzzi.

Letra

Ciao che fai
ti sento un po' confusa lo sai
io sto qua
e non so ancora poi cosa sar
di noi si sa fino a ieri eravamo con un sogno nella mano.
Ciao che vuoi
mi sembra di essere stato chiaro ormai
no, non farmi diventare violento sai
hai combinato e scombinato tutto quanto in noi
Ed io non ci sto pi№
ed io non credo pi№
a queste tue parole
a queste strane forme dell’amore
e non sopporto pi№
l’idea che tu mi puoi manipolare, farmi male
non dirmi che mi vuoi
soltanto perch© sei
ferita nell’orgoglio da sola nel tuo sbaglio
non chiedermi di pi№
ho chiuso ormai conte
e non voglio stare neanche un solo attimo
a parlarne qui a telefono
ciao che fai
a dire il vero non mi interessa perІ
se mi vuoi parlare almeno
possiamo chiacchierare
di quell’esame che dovevo superare
ma quanti esami ancora questa vita ci dar
e quante volte abbiamo detto
domani cambier
io non voglio farti male ancor di pi№
anche se proprio tu sei stata a farmi solo male
ed io non ci sto pi№
a queste tue parole
a queste strane forme dell’amore
e non sopporto pi№
l’idea che tu mi puoi manipolare, farmi male
non dirmi che mi vuoi
soltanto perch© sei
ferita nell’orgoglio da sola nel tuo sbaglio
non chiedermi di pi№
ho chiuso ormai con te e non voglio stare neanche un solo attimo
a parlarne qui a telefono
la tua voce indifferente
si confonde tra le interferenze
fammi stare un po' da solo
ed io non ci sto pi№
e non sopporto pi№
l’idea che tu mi puoi manipolare, farmi male
non dirmi che mi vuoi
soltanto perch© sei
ferita nell’orgoglio da sola nel tuo sbaglio
non chiedermi di pi№
ho chiuso ormai con te e non voglio stare neanche un solo attimo
a parlarne qui a telefono

Tradução da letra

Olá, o que estás a fazer?
Sinto-me um pouco confuso.
Estou aqui.
e ainda não sei o que será
Sobre nós sabemos até ontem que estávamos com um sonho na mão.
Olá, O Que queres?
parece - me que já fui claro.
não me tornes violento.
estragaste tudo em nós.
E já não estou lá.
e eu não acho mais№
a estas tuas palavras
a estas estranhas formas de amor
e não suporto pi№
a ideia de que me podes manipular, magoar-me
não me digas que me queres
só porque tu és
ferido no orgulho sozinho no seu erro
não me pergunte sobre pi№
Já acabei, Conde.
e não quero ficar Nem um momento
falar sobre isso aqui ao telefone.
Olá, o que estás a fazer?
na verdade, não quero saber da perI.
se queres falar comigo, pelo menos
podemos conversar.
do exame que tive de passar
mas quantos exames ainda esta vida nos dá
e quantas vezes já dissemos
amanhã mudar
Não te quero magoar ainda mais.
mesmo que fosses tu a magoar-me
e já não estou lá.
a estas tuas palavras
a estas estranhas formas de amor
e não suporto pi№
a ideia de que me podes manipular, magoar-me
não me digas que me queres
só porque tu és
ferido no orgulho sozinho no seu erro
não me pergunte sobre pi№
Estou farto de TI e não quero ficar Nem um momento.
falar sobre isso aqui ao telefone.
a tua voz indiferente
confusão entre interferências
deixa-me ficar sozinho por uns tempos.
e já não estou lá.
e não suporto pi№
a ideia de que me podes manipular, magoar-me
não me digas que me queres
só porque tu és
ferido no orgulho sozinho no seu erro
não me pergunte sobre pi№
Estou farto de TI e não quero ficar Nem um momento.
falar sobre isso aqui ao telefone.