Mark Owen — End Of Everything letra e tradução

A página contém a letra e a tradução em português da música "End Of Everything" de Mark Owen.

Letra

Sometime in this sweet sweet century
Oh we will die together
Oh my love my sweet
My sweet array, we will surrender
Sometime before we become enemies
Could we lay down here somewhere?
Underneath the stars up on the hill, my sweet surrender
Follow me with your cuts of the deal and all your sorrow
Enter if you can through all the tears of your parade
This is the end of everything we know
The end of all we know
The end of all we’ll ever know
This is the end of everything
End of everything we know
The fall of all control
The end of all we know
All this started something big
Oh my love, my lust
Sweet jingles
We’ll never lose our way again
Until we have reached and cried for help
There will be silence
Oh sweet melody
The same from a pray
And we are restless, come to rest
Can’t always the sun
A hologram, on hollow ground
This is how it ends
This is how it ends
Broken in the street
Sweet century, oh we will die together
Sometime in this week, sweet century…
This is the end of everything we know
The end of all we know
The end of all we’ll ever know
This is the end of everything
End of everything we know
The fall of all control
The end of all we know
All this started something big
This started something big
We know
We know
That we know
This is the end of everything we know
This is the end of everything we know
This is the end of everything we know
This is the end of everything we know

Tradução da letra

Algures neste doce século
Oh vamos morrer juntos
Oh meu amor meu doce
Minha doce matriz, nos renderemos
Algum tempo antes de nos tornarmos inimigos
Podemos deitar-nos Aqui?
Debaixo das estrelas na colina, a minha doce rendição
Segue-me com os teus cortes no Acordo e toda a tua tristeza
Entre se puder através de todas as lágrimas do seu desfile
Este é o fim de tudo o que sabemos
O fim de tudo o que sabemos
O fim de tudo o que sempre saberemos
Isto é o fim de tudo.
Fim de tudo o que sabemos
A queda de todo o controle
O fim de tudo o que sabemos
Tudo isto começou com algo grande.
Oh meu amor, minha luxúria
Jingles doces
Nunca mais perderemos o nosso caminho.
Até que tenhamos alcançado e clamado por socorro
Haverá silêncio.
Oh doce melodia
O mesmo de uma oração
E estamos inquietos, vem descansar
Nem sempre o sol
Um holograma, em solo oco
É assim que acaba.
É assim que acaba.
Quebrado na rua
Doce século, Oh vamos morrer juntos
Algures nesta semana, doce século…
Este é o fim de tudo o que sabemos
O fim de tudo o que sabemos
O fim de tudo o que sempre saberemos
Isto é o fim de tudo.
Fim de tudo o que sabemos
A queda de todo o controle
O fim de tudo o que sabemos
Tudo isto começou com algo grande.
Isto começou algo grande.
Nós sabemos
Nós sabemos
Que sabemos
Este é o fim de tudo o que sabemos
Este é o fim de tudo o que sabemos
Este é o fim de tudo o que sabemos
Este é o fim de tudo o que sabemos