Kenneth Aaron Harris — Ruff Club letra e tradução

A página contém a letra e a tradução em português da música "Ruff Club" de Kenneth Aaron Harris.

Letra

Little trip up to the coat-room
For fixing up our heads
Turning nobody of consequence
To somebody instead
And all you golden-headed glamour girls
White-teeth smiles
Keep the hot-headed wall-streeters
Down for just a while
And the night is so cold
The people so pretty
And I love everyone in New York City
It’s the heavy-handed bar-man
Steady in the night
Selling nobody of consequence
The times of their life
And the fake-ID beauty-queen has just begun to yell
«All you coked-up crew-cuts, hands to yourself»
And my last little dance with the devil
Just hits me
And I love everyone in New York City
And I love everyone in New York City
And I love everyone in New York City
And I love everyone in New York City
Tonight, tonight I’m gonna hold you tight
Tonight, tonight, I’m gonna hold you tight
All night
Then the flash-bulb cracks
Sending shadows on the faces
Of the people of no consequence in unfamiliar places
It’s a hand-clapped smoke-stack
Rising from the rim
'til a tall-dark-suit makes an example out of him
And the music’s so loud
The girls are so pretty
And I love everyone in New York City
And I love everyone in New York City
And I love everyone in New York City
And I love everyone in New York City, tonight
And I love everyone in New York City
And I love everyone in New York City
And I love everyone in New York City
And I love everyone in New York City, tonight

Tradução da letra

Uma pequena viagem até ao bengaleiro.
Por arranjar as nossas cabeças
Transformar ninguém em consequência
Para alguém em vez disso
E todas as raparigas de cabeça dourada
Dentes brancos sorriem
Mantenham os calafrios de cabeça quente.
Para baixo por pouco tempo
E a noite está tão fria
As pessoas tão bonitas
E eu amo toda a gente em Nova Iorque
É o bar-man de mãos pesadas.
Firme na noite
Vender ninguém de consequência
Os tempos da sua vida
E a Miss falsa começou a gritar
"Todos os teus golpes de Coca, mãos para ti»
E a minha última dança com o diabo
Bate-me.
E eu amo toda a gente em Nova Iorque
E eu amo toda a gente em Nova Iorque
E eu amo toda a gente em Nova Iorque
E eu amo toda a gente em Nova Iorque
Esta noite, esta noite vou abraçar-te com força
Esta noite, esta noite, vou abraçar-te com força
Noite
Depois a lâmpada parte-se.
Enviar sombras nos rostos
Das pessoas de nenhuma importância em lugares desconhecidos
É uma chaminé de fumo aplaudida à mão.
Subindo da borda
até que um fato alto e escuro faça dele um exemplo
E a música está tão alta
As raparigas são tão bonitas.
E eu amo toda a gente em Nova Iorque
E eu amo toda a gente em Nova Iorque
E eu amo toda a gente em Nova Iorque
E eu amo toda a gente em Nova Iorque, esta noite.
E eu amo toda a gente em Nova Iorque
E eu amo toda a gente em Nova Iorque
E eu amo toda a gente em Nova Iorque
E eu amo toda a gente em Nova Iorque, esta noite.