Iván Ferreiro — Twins Peaks letra e tradução

A página contém a letra e a tradução em português da música "Twins Peaks" de Iván Ferreiro.

Letra

Yo crecido ante la apuesta que ofrecí
Sentado en la cornisa de un balcón
Brindando en las terrazas de Madrid
Si, soy soldado de una idea y defensor
De todo aquello en que me convertí
Benditos los principios
Y la estela del viaje nos dejó
Junto a una sonrisa en el cielo
Y la lluvia del verano me encontró
Sintiendo tu pelo en mis manos
Y yo soñaba con poderlo retener
Grabarlo en mi retina para ver
Lo simple que pensaba en tu sabor
Y algo más, dormirme en tu camisa
Recorrer las vidas que podiamos tener
La vida que es ahora
Y fui buscándote en la misma dirección
Busqué entre las calles tu nombre
Vi aquella camarera de Twins Peaks
Te encuentro y se van los problemas
Hoy recojo los pedazos para ti
Me siento y te escribo en un papel
Las puertas hoy se abrieron para siempbre
Sin querer las cosas que no quiero quedarán
Guardadas en el fondo del desván
Que esconde mil dolores
Tú, rompiendo las cadenas con tu voz
Cantándome a la cara una canción
Diciendo que esto será para largo
Y caer rendido ante tu cama al descubrir
Los sitios donde me quiero quedar
Los sitios que son tuyos
Las esquinas de la luna
Y hoy el cielo se abrirá y nos prometió
Que todo lo que hicimos hasta aquí
Tenía que pasar y lo comprendo
Para ser los amos de una nueva situación
Partículas de polvo de una estrella enana
Que se enciende entre tu pelo
Y yo soñaba con poderlo retener
Será un largo recorrido sin igual
Soñaba con poderlo retener
Un largo recorrido sin igual
Dormirme en tu camisa y recorrer
Un largo recorrido sin igual
Bailando en las cornisas con champán

Tradução da letra

Eu cresci diante da aposta que ofereci
Sentado na cornija de uma varanda
Brindando nos terraços de Madrid
Sim, sou soldado de uma ideia e defensor
De tudo aquilo em que me tornei
Abençoados os princípios
E a esteira da viagem nos deixou
Ao lado de um sorriso no céu
E a chuva do verão me encontrou
Sentindo seu cabelo em minhas mãos
E eu sonhava em conseguir segurá lo
Gravá-lo na minha retina para ver
O quão simples eu pensei sobre o seu sabor
E mais uma coisa, adormecer na tua camisa
Percorrer as vidas que podíamos ter
A vida que é agora
E fui à tua procura na mesma morada
Procurei nas ruas o teu nome
Vi aquela empregada de Twins Peaks
Encontro Te e os problemas vão se embora
Hoje eu pego os pedaços para você
Eu sento e escrevo para você em um papel
As portas hoje abriram se para sempre
Sem querer as coisas que não quero ficarão
Guardadas no fundo do sótão
Que esconde mil dores
Você, quebrando as cordas com sua voz
A cantar na minha cara uma canção
Dizendo que isso será para longo
E se render diante de sua cama ao descobrir
Os lugares onde quero ficar
Os sites que são seus
Os cantos da lua
E hoje o céu se abrirá e nos prometeu
Que tudo o que fizemos até aqui
Tinha de acontecer e eu compreendo
Para ser os mestres de uma nova situação
Partículas de poeira de uma estrela anã
Que se acende entre o teu cabelo
E eu sonhava em conseguir segurá lo
Será um longo percurso sem igual
Sonhava em conseguir mantê lo
Um longo percurso inigualável
Dormir na tua camisa e andar
Um longo percurso inigualável
Dançando nas cornijas com champanhe