Iván Ferreiro — Chainatown letra e tradução

A página contém a letra e a tradução em português da música "Chainatown" de Iván Ferreiro.

Letra

Sin usted, por aquí, jamás sabremos la verdad
Que fue no volverla a ver
La vida en un cajón de piel
Con tentáculos, torturas y placer un mes
Y otro mes después
Un hueco en mi colchón…
Y a tientas, va, se acerca y me cuenta sus tormentas
Desperté abrazado a ti
Enrendándome, zambulliéndonos
Te encontré entre la multitud
Te agarraste a mi, yo no me solté
Y a partir de aquí con los mágico
Lo astronómico, seguirás en mi
Hoy, haré la canción, que sé que quieres para ti
Tendrá lo mejor de mi
Y un toque de color y así, se hundirá por ti
Dirá que nuestro amor brilló
Más que el propio sol
Ardiendo hasta el final
Y a tientas, voy, la niebla, sí, me lleva sus tormentas
La verdad, ya no dolerá
Estuviste aquí no me lo inventé
Siempre quedará Chainatown, Madrid
Con no dormirán las puestas de sol
Y en esta canción, bien pueden caber
Los abrazos que me diste una vez
Voy, a tientas, voy, la niebla, sí, me llevan mis tormentas

Tradução da letra

Sem você, por aqui, nunca saberemos a verdade
Que foi nunca mais a ver
A vida em uma gaveta de pele
Com tentáculos, torturas e prazer um mês
E mais um mês depois
Um buraco no meu colchão…
E tateando, ele vai, se aproxima e me conta suas tempestades
Acordei abraçado a ti
Enrendando-me, mergulhando
Encontrei Te na multidão
Agarraste-te a mim, Eu não me soltei
E a partir daqui com o mágico
O astronômico, seguirás em mim
Hoje, eu vou fazer a música, que eu sei que você quer para você
Terá o melhor de mim
E um toque de cor e assim, ele vai afundar para você
Ele vai dizer que o nosso amor brilhou
Mais do que o próprio sol
Queimando até o fim
E tateando, eu vou, O Nevoeiro, sim, me leva suas tempestades
Na verdade, não vai doer mais
Estiveste aqui não inventei
Vai ficar sempre Chainatown, Madrid
Con não vai dormir o pôr do sol
E nesta música, eles podem caber bem
Os abraços que me deste uma vez
Eu vou, tateando, eu vou, O Nevoeiro, sim, eles me levam minhas tempestades