Antonio Orozco — Te Esperaré letra e tradução

A página contém a letra e a tradução em português da música "Te Esperaré" de Antonio Orozco.

Letra

Gracias, me estás dando las gracias
no te quiero entender, tú no tienes porqué
darme las gracias.
Dices miedo, gritas que tienes miedo
de volverme a querer, de dejarte envolver
tú tienes miedo.
Quiero beber tu veneno
quiero actuar en tus sueños,
quiero volverte a tener
quiero dejarme envolver.
Quiero tus besos, que me acompañaron una vez
y mi silencio, siendo el cobarde espía de tu ser.
Ser o no ser, querer o no querer
no importa la suma si te vuelvo a ver.
Ser o no ser, poder o no poder
si te tengo ahora, y si no me esperaré… te esperaré.
Celos, yo no entiendo tus celos
ése burdo entender que derrama la miel,
tú tienes celos.
Quiero beber tu veneno…
Quiero tus besos, que me acompañaron una vez
y mi silencio, siendo el cobarde espía de tu ser.
Ser o no ser, querer o no querer…

Tradução da letra

Obrigado, estás a agradecer - me
não te quero entender, tu não tens que
agradecer-me.
Dizes medo, gritas que tens medo
de me querer de novo, de te deixar embrulhar
tu tens medo.
Quero beber o teu veneno
quero agir nos teus sonhos,
quero voltar a ter te
quero deixar-me embrulhar.
Quero os teus beijos, que me acompanharam uma vez
e o meu silêncio, sendo o cobarde espião do teu ser.
Ser ou não Ser, querer ou não querer
não importa a quantia se te voltar a ver.
Ser ou não Ser, poder ou não poder
se te tiver agora, e se não me esperar esper esperarei por ti.
Ciúmes, eu não entendo o teu ciúme
esse grosseiro entender que derrama o mel,
tu tens ciúmes.
Quero beber o teu veneno…
Quero os teus beijos, que me acompanharam uma vez
e o meu silêncio, sendo o cobarde espião do teu ser.
Ser ou não Ser, querer ou não querer…